Slider

On The Blog

quarta-feira, 10 de novembro de 2021

 


Oi, migos

Venho compartilhar com vocês mais um episódio novo do podcast ;) 

No episódio de hoje tive uma conversa deliciosa sobre música com o Bruno Ascari, do canal Som de peso. Vem conferir:

Escute no Spotify

Escute no Apple Podcast

Escute no Anchor


LINKS DO BRUNO

Vem seguir o Bruno no Instagram

Venha conhecer o canal Som de Peso


MÚSICAS QUE FORAM CITADAS 

Yellow submarine - Beatles 

Up to me - Jethro Tull 

Esperança - Jonathan Ferr com Sérjão Loroza


DISCOS QUE FORAM CITADOS

Songs from the wood - Jethro Tull 

Aqualung - Jethro Tull 

Cure for pain - Morphine 

Stone Flower - Tom Jobim 

Velvet Underground & Nico - Velvet Underground 

Garra - Marcos Valle 

Nova dimensão do samba - Wilson Simonal

Slaves mass - Hermeto Pascoal 

Preciso aprender a ser só - Elizete Cardoso

Sankofa - Amaro Freitas 

Atrás/além - O Terno 

Certa manhã acordei de sonhos intranquilos - Otto

Verde fosco roxo cinza - Musa Híbrida

Pra ficar - Orquestra Contemporânea de Olinda

Amarelo - Emicida

Canções de apartamento - Cícero

Cura - Jonathan Ferr

Alucinação - Belchior

Coração Selvagem - Belchior 

Vídeo do Bruno sobre o Charly Gargia

Vídeo do Bruno sobre Madman Across the Water do Elton John


Espero que gostem do episódio! ;)

quarta-feira, 3 de novembro de 2021

 


Oi, migos

É com muita alegria que venho compartilhar com vocês mais um episódio do podcast!

Dessa vez a conversa foi com a escritora Monique Malcher, uma escritora paraense absolutamente maravilhosa, nossa conversa sobre arte foi muuuito inspiradora. É com enorme felicidade que te convido para escutar, prepara o cafezinho e vem com a gente!

Escute no Spotify

Escute no Apple Podcast

Escute no Anchor

Escute no Google Podcasts



Links da Monique

Instagram da Monique

Livro "Flor de gume"

Newsletter



Livros citados


Espero que gostem! 
Um beijo ;)

terça-feira, 26 de outubro de 2021

Oi, migos ;)

Hoje venho compartilhar com vocês mais um episódio do podcast! E esse episódio tá pra lá de especial porque convidei uma amiga muito querida para conversarmos sobre arte, inspirações e rotinas criativas. 

A Aline Correa é uma artista maravilhosa, poetisa, ilustradora, professora MUITO cheia de referências e totalmente inspiradora. Tenho certeza que vocês vão amar conhecê-la um melhor, vem que vem!

🎧 spotify

🎧 anchor


Vem acompanhar a Aline





Artistas citados


❏ Frida Kahlo
❏ Van Gogh
❏ Yelena Bryksenkova


pintura da Aline Correa


Espero que gostem do episódio de hoje ;)
Um beijo!

segunda-feira, 13 de setembro de 2021

 


Oi, migos

Hoje começa a nova temporada do podcast, estou MUITO empolgada com essa nova fase. Vou continuar falando sobre livros e sobre arte, mas quero trazer mais convidados para trocarmos ideias mais profundas sobre os temas. Então se preparem que vem aí muita coisa boa, viu?

Vem conferir o episódio novo:

🎧 Spotify

🎧 Anchor e mais plataformas



sábado, 4 de setembro de 2021

 Oi, migos

Hoje venho compartilhar com vocês o que rolou de mais legal por aqui ao longo do mês de agosto. Esse mês eu consegui ler e assistir muita coisa, muita coisa mesmo - estou até levemente assustada. MAS isso só aconteceu porque meio que larguei meu instagram. Pois é, não tem jeito, o instagram consome uma parcela absurda do meu tempo e desde quando fiz o projeto de Minimalismo Digital, não voltei a usar o instagram como antes e ainda assim estava perdendo um bom tempo só nesse único aplicativo.

Enfim, como rolou muita coisa ao longo desse mês, separei para compartilhar com vocês apenas o que foi mais maravilhoso, mas caso queira acompanhar os filmes que assisto ao longo do mês, só me seguir no letterboxd e em breve vou atualizar meu goodreads, então aproveita pra me seguir lá também.

E vamos aos favoritos!

SPACE INVADERS

Confesso que não estava preparada para a pedrada que ia levar com esse livro. Space invaders nos apresenta a um grupo de personagens que nos levam para um passeio rápido e dolorido, visitamos a ditadura de Pinochet no Chile através de sonhos e memórias que habitam esses personagens. Memórias fragmentadas, imaginação, sonho - tudo se mistura. É uma leitura que vai entrando em cantos profundos dentro de nós, quando terminei me senti incomodada, triste e com um vazio muito grande morando no peito. A escrita da Nona Fernández é linda, transmite com elegância essa atmosfera temerosa e dolorida que transita entre memórias e sonhos. Essa leitura certamente entrou na lista de favoritos do ano.

GENTE ANSIOSA

A querida da Jade recomendou esse livro com força, e como já estava muito de olho nele, só faltava esse empurrãozinho mesmo. Comecei a leitura na maior inocência e de repente estava totalmente apaixonada, não conseguia largar essa história ou pensar em qualquer outra coisa. É simplesmente uma narrativa irresistível e simples, porém com temas super complexos que faz a gente ficar olhando pro nada, pensando na vida.

Acompanhamos muitos personagens nessa história, acontece um assalto e esses personagens acabam reféns, uma situação meio desesperadora - e ao mesmo tempo cômica - a partir disso vamos conhecendo cada um deles, inclusive o ladrão. Um plot assim não parece ser nada demais, talvez pouco convidativo até, mas JURO que esse livro resume um tanto da nossa essência humana, nos leva para um lugar bem profundo de pensamento e questionamento com relação à nossa sociedade, faz pensar muito na vida mesmo. Cara, uma leitura divertida e profunda: o que mais queremos?

Esse é mais um livro que entrou na lista de favoritos do ano - esse mês foi só sucesso!

THE GREEN KNIGHT

Estava completamente alucinada para assistir The Green Knight, filme novo com o queridinho Dev Patel (crush). Sendo bem sincera: eu ameeeei, puta-que-pariu-eu-amei! Fico louca quando o filme consegue, já nos primeiros minutos, me fazer sentir que posso respirar o ar do filme, sabe? Adorei a atmosfera sombria e nublada, tem uma fotografia absurda de linda.

É um épico de fantasia medieval que nos conta sobre a jornada do Sir Gawain. Esse personagem, que é o sobrinho do Rei Arthur, embarca numa jornada meio ESQUISITA, viu? Durante a cerimônia de comemoração de Natal, um cavaleiro aparece para lançar um desafio, e claro que o nosso Sir Gawain vai topar se envolver nessa parada para provar o seu valor. Depois disso, só ladeira abaixo, vai acontecer de tudo com esse personagem, é uma loucura - daquelas bem deliciosas que a gente surta e ama.

Muito sensacional, assista quando tiver a chance.

BO BURNHAM: INSIDE

Bo Burnham trabalhava como comediante, fazia stand-up e tudo, mas começou a ter fortes crises de pânico no palco e precisou parar de se apresentar. Quando finalmente sentiu que conseguiria voltar aos palcos, veio a pandemia e acabou com todos seus planos. Mas já que ele não poderia voltar para os palcos por motivo de forças maiores, decidiu trabalhar em um especial de comédia para a Netflix, e eis que nasceu Inside.

E Inside é uma aula de criatividade - não se engane, não é só um simples musical de comédia, se bem que nem considero ser 'comédia' porque os assuntos que ele acaba abordando ali são bem sérios. Ele que escreveu todas as músicas, dirigiu, produziu, editou - fez tudo sozinho, trancado em casa. Esse projeto acompanhou ele ao longo de todo seu distanciamento social, e como todos nós vivemos isso, nos identificamos muito com as dificuldades dele. O tema da saúde mental é bem presente e super intenso, em vários momentos estava rindo e logo em seguida sentia que poderia simplesmente chorar. Além disso, ele também vai criticar de forma ácida a nossa sociedade atual, a maneira como usamos as redes sociais, a produção insana de conteúdos meio (ou totalmente) esvaziados. Muita coisa boa dentro dessa 1h e 27 minutos.


HIGH FIDELITY

Assisti 3 séries esse mês: wooooow! A mais querida de todas sem dúvida foi High Fidelity, simplesmente queria desver só para conseguir ver de novo pela primeira vez. SÉRIO MESMO.

A série, disponível na StarzPlay, é uma releitura do filme Alta Fidelidade, dos anos 2000, que por sua vez é uma adaptação do livro de mesmo nome do Nick Hornby. Na série, ao contrário do filme, Rob é uma personagem feminina interpretada pela minha-maior-crush-da-vida Zoe Kravitz, e vamos acompanhar a história de seus relacionamentos amorosos meio (ou totalmente) desastrosos. Amo personagens meio melancólicos, sofridos por amor, que se afogam em música de qualidade, fumam loucamente, são adultos mas não sabem ser adultos, completamente perdidos.

SIMPLESMENTE EU.

Amantes da música, uni-vos para assistir essa preciosidade! As referências musicais da série são absolutamente perfeitas, inclusive fiz uma playlist super inspirada nessa série (com algumas músicas da trilha sonora original e outras do meu gosto). Outra coisa perfeita nessa série é o visual da Zoe, aaaaaaa mulher maravilhosa, sem contar os personagens secundários que também são apaixonantes - sério, você tem que assistir. Larga tudo agora e vai atrás de High Fidelity, por favor ;)

Vou incluir essa parte sobre Arte aqui nos favoritos do mês principalmente porque estou estudando Arte em dobro e estou a-m-a-n-d-o. Caso você não saiba, sou formada em Artes Visuais e atuo como Arte Educadora já tem alguns anos, então estudar Arte é uma coisa comum na minha vida, só que agora estou ampliando o meu ensinar-artístico para além da sala de aula, estou trazendo um conteúdo bem bacana para os amantes & interessados em Arte em um grupo chamado Bloomsbury.

Esse mês mergulhei novamente nas obras do Michelangelo, analisei a Capela Sistina e David lá no Bloomsbury, foi simplesmente sensacional estudar de novo essas obras. É muita emoção! É tão bom estudar aquilo que a gente ama, né?

Também estou um tanto obcecada com o Cézanne (de novo) e comecei um episódio todinho sobre ele, fico SUPER EMPOLGADA só de pensar. Estou lendo *emocionadah* o livro Conversas com Cézanne que está me trazendo tantas novas informações sobre ele, minha paixão pelas obras desse homem só cresce!

Além disso, também me debrucei novamente sobre as fotografias da Vivian Maier - continuo maravilhada com o trabalho dela - fica a dica do documentário Finding Vivian Maier , que está disponível na Globo Play. E também me deliciei com o episódio do podcast Tijolos amarelos com a participação do grafiteiro Mundano. Tanto o podcast quanto o documentário valem muito o seu play, aproveite.

Agora me conta aqui nos comentários quais são os seus favoritos do mês ;)

Beijos,

Rita Zerbinatti ☕

terça-feira, 17 de agosto de 2021

 Oi, migos

Hoje venho compartilhar um episódio MUITO especial do podcast: uma conversa incrível com a Thamiris de Santana, a astrônoma mais querida desse Brasil. Confira os links aqui embaixo, prepara o cafezinho e vem dar o play!

>> Escute no Spotify

>> Escute no Anchor

>> Escute no Google Podcasts

O que foi citado

Instagram da Thami

Meu twitter

Faixa de Mobius e garrafa de Klein

∎ Experimento de dupla fenda


Flatland

Filmes

Espero que tenham gostado do episódio de hoje! Venham participar do nosso grupo no discord, estou fazendo umas postagens por lá, vem acompanhar clicando aqui.

Beijos, 

Rita ☕

sexta-feira, 13 de agosto de 2021

Já estamos bem instalados aqui no apartamento novo e já estamos por aqui já uma semana, é meio absurdo como o tempo passa rápido. Nossa adaptação por aqui tá sendo bem tranquila, o Vini está de férias e isso significa que estamos curtindo muito a casinha nova e assistindo muitos filmes e séries juntos.

Hoje venho compartilhar um pouco mais do meu cantinho aqui com vocês, sintam-se em casa ;)

Ah, e outra boa notícia é que meu ritmo de leitura está indo super bem: terminei de ler Madame Bovary, também li Mulheres e Ficção e estou finalizando o livro Adultos. Tô muito leitoraaaaa & muito feliz nesse cantinho novo!







Essa arte na parede da sala de jantar É TUDO PARA MIM, fiz esse desenho na parede com as minhas "linhas orgânicas" e ficou muito maravilhoso, estou completamente apaixonada pela minha própria criação kkkkk. Se quiser me contratar para fazer uma arte na sua parede, só mandar email para ritazerbinatti@hotmail.com que te mando o orçamento.

Espero que tenham gostado de ver um pouquinho como está meu cantinho! Já tem vlog mostrando tudo para os apoiadores, clique aqui para se tornar um apoiador também!

Agora que já estou bem acomodada, com tudo arrumadinho, a meta é focar no conteúdo e voltar com os vídeos no canal e com o podcast, já tem um novo episódio antecipado para os apoiadores e logo mais estará disponível para todos - e muitas ideias para novos projetos estão vindo ai! Haja tempo e organização para dar conta de tudo, mas vamos que vamos.

Não se esqueça de vir participar do grupo no discord, estou postando umas coisinhas bacanas por lá também. E vem me seguir no twitter, é a rede social que mais estou usando ultimamente.

Um beijo,

até o próximo post!


segunda-feira, 26 de julho de 2021


 Há anos que fico sonhando com o momento em que terei meu cantinho, minha casa, tudo do meu jeito, meus horários, minhas regras. Só que agora é de verdade, está acontecendo! Alguém me belisca? É tanta felicidade que mal cabe no peito. Como é bom conseguir o que a gente quer né? O caminho foi longo até chegar aqui e ainda tem muitas outras coisas para conquistar, com certeza vou celebrar cada uma delas. Estou feliz demais, especialmente que consegui isso também com a ajuda de vocês! Isso mesmo, tudo que venho criando na internet e todo apoio - inclusive financeiro - tem sido uma parte importante de toda essa jornada. Deixo aqui, mais uma vez, meu agradecimento aos meus apoiadores queridos!

Agora preciso confessar que o maior pensamento que habita a cabeça em matéria de ter um teto todo meu é a decoração, não posso evitar, é mais forte do que eu! Gosto demais de decoração para não pensar nisso o-tempo-todo. Antes de pensar nas regras ou na rotina nova, penso em decoração e só quem gosta de decorar é que vai entender. Não é compatível pensar num cantinho novo se ele não tem a minha cara, a minha essência traduzida de alguma forma. E só para avisar os desavisados: tenho alma de artista. E essa é minha desculpa perfeita sim.

Então é isso migos, é isso que tem acontecido ultimamente: estou de mudança. Todos os meus livros encaixotados, o quarto sem os livros chega a dar um eco de doer a alma, não vejo a hora de ter meus livros ajeitados e confortáveis no novo espaço. Não-vejo-a-hora.

Vou fazer uma pequena série de posts aqui no blog mostrando e compartilhando um pouco do processo, espero que gostem de acompanhar. Aproveite para entrar na nossa comunidade no Discord, estou atualizando bastante por lá também. Os apoiadores terão acesso a vlogs de mudança e o pessoal do Bloomsbury (grupo de arte) já está vendo um pouco do meu processo criativo na decoração do apê. Tá muito gostoso compartilhar tudo isso com vocês!



Esse é um aviso formal de que vem mudança por ai, mas a mudança de espaço físico não é a única que estou realizando. Vou morar em um novo lugar, mas também vou reformular o blog (já tenho layout novo) & vou mudar um tiquinho o formato do meu conteúdo. Na real não vou mudar mudar, sabe? Digamos que vou adaptar para o momento. Vem que te explico:

Estou cansadita do instagram já fazem muitos meses. O cansaço se intensificou depois do projeto Minimalismo Digital que realizei em Maio (mas segue disponível na plataforma para quem quiser se aventurar e tentar algo diferente) e foi ao longo desse projeto que percebi que me fazia mais bem do que mal ficar longe do instagram. Isso era meio que óbvio, mas precisei de um projeto de 4 semanas para entender meus processos, meus sentimentos e meus desejos. A internet é um lugar que deixa a gente muito confuso, acabamos por querer estar onde todo mundo está - mesmo que não esteja mais fazendo sentido, a gente se sente preso e obrigado a ficar e isso só vai estragando cada vez mais a experiência. Por isso te digo: se você também tá cansado do insta, dê um tempo, vá fazer outra coisa, vá ocupar outros espaços, chega de acumular cansaço a troco de nada.

Mas sabe, existem outros espaços que fazem muito MUITO sentido pra mim. O blog, a newsletter, o podcast, o discord. Todos esses espaços maravilhosos estão à minha disposição e eu fico fazendo o que? Perdendo meu tempo no instagram, onde só tenho visto reels e propagandas no feed, o que ainda salva são os stories. Então resolvi focar nesses outros espaços, resolvi focar no que faz sentido pra mim, simples assim. Posso parecer uma maluca para quem dá mais importância a números, engajamento, marketing digital, algoritmos e etc, mas essa não sou eu. A alma de artista falando mais alto aqui de novo - risos.

O conteúdo que tinha desanimado de postar no instagram já estou postando na nossa comunidade no discord, só clicar aqui para participar e agora tenho certeza que vou conseguir me dedicar mais a esses outros espaços, que me oferecem muito mais aconchego e sinceridade do que o instagram. Fico muito muito muito feliz de ver pessoas entrando no grupo, talvez a maioria ainda não esteja acostumada a usar o discord, mas só de ver o pessoal ali se aventurando em um formato diferente já me deixa muito satisfeita.

Fica ligado que vai rolar muita coisa legal aqui no blog, na newsletter, no podcast e no discord!

Beijos,

Rita ☕

segunda-feira, 19 de julho de 2021

Como superar uma leitura que habitou lugares tão profundos? Nem sabia que dava pra chegar lá, tão dentro, um lugar novo e desconhecido pra mim.

Sabe quando você lê um livro que mexe tanto com coisas lá dentro que mesmo quando finaliza a leitura tem a nítida sensação de que não finalizou? A todo momento me pego pensando “vou ler Mrs. Dalloway”, só que já terminei a leitura há dias. Confesso que gosto dessa sensação do interminável, me soa como um fio longo de vida que sigo puxando.

Peguei pra reler algumas passagens, como quem não quer nada, estava impossibilitada de tirar as mãos desse livro, de mantê-lo distante. Não guardei de volta na prateleira, ele ficou na mesa, do meu lado o dia inteiro. Percebi que nunca vou parar de ler e reler esse livro, porque em suas páginas temos a vida em toda sua complexidade dolorosa, solitária e ao mesmo tempo é recheado de uma beleza incompreensível.

Mrs. Dalloway é um livro que se passa em um dia. Uma obra que contempla uma vida em apenas um dia. Clarissa vai dar uma festa e sai para comprar as flores. Como pode uma história tão simples ser algo tão imenso e profundo?

Fiquei pensando nos dias. Vamos vivendo um dia após o outro, nem sabemos lidar muito bem com essa passagem, uns precisam de rotina rígida, outros querem novidades diárias - na maioria das vezes nunca estamos satisfeitos com o caminhar dos dias. No fundo temos medo desse apressado caminhar, temos medo do envelhecer, do deixar de ser. Só que nada podemos fazer para evitar a noite. Todo dia o relógio bate seu tic toc, as nuvens passeiam, milhares de pensamentos e sentimentos nos habitam, nos transbordam.

O que sentimos ao longo de um dia realmente cabe em um livro (ou vários) são tantos sentimentos e pensamentos, um emaranhado enorme de vivências que experienciamos todas as vezes que abrimos os olhos. Cada pequeno ser está vivendo isso tudo de uma forma completamente diferente, acumulando experiências diferentes, captando e formulando outras e novas ideias.

Fiquei completamente apaixonada com a forma como os personagens vivenciaram o mesmo dia. Cada um tão diferente do outro. E lá estava eu, passeando por seus pensamentos, tendo um flash, um vislumbre de seus sentimentos, tudo ali em minhas mãos. Estava experienciando as experiências dos personagens através de seus pensamentos que foram escritos e criados através de outras experiências e pensamentos vindos bem de dentro da Virgínia Woolf.

Fiquei com vontade de escrever, com vontade de ler, de prestar mais atenção aos meus sentimentos e pensamentos ao longo do dia pra ver o que cabe em mim, o que me preenche. Fiquei assustada com o abismo diário que cerca nossas existências, fiquei ainda mais assustada ao perceber que quase sempre lidamos bem com isso, eventualmente vamos aprendendo a lidar com as lacunas vazias.

Essa leitura me deixou com vontade de caminhar pela cidade, de ver coisas e pessoas, me deixou com uma particular sensação de vida pulsante que não cabe no peito. É necessário mais.


RECADINHOS

Vem fazer parte do grupo do discord, tem um espaço aberto por lá onde estou postando algumas coisinhas e podemos trocar ideia à vontade! Clique aqui para participar.

E considere também apoiar meu trabalho mensalmente aqui no blog/podcast/newsletter/etc, ao apoiar você já tem acesso à vários conteúdos exclusivos! Clique aqui para apoiar meu trabalho.

Se não puder apoiar financeiramente nesse momento, só de estar aqui lendo e compartilhando já faz toda a diferença. ❤ Obrigada!

VISITE TAMBÉM

terça-feira, 18 de maio de 2021


Oi, migos

Chegou mais um episódio fresquinho para vocês! Estamos no maravilhoso Especial Ficção Científica, então no episódio passado falei sobre os aliens e nesse episódio falei sobre os androides, tá bem doido, vem escutar:

>> Spotify

>> Anchor

>> Google Podcasts


O QUE FOI CITADO NO EPISÓDIO

AUTORES CITADOS:

- Isaac Asimov

- Ursula LeGuin

- Arthur C. Clarke

- Micheal Chrichton

- Octavia Butler

- Phillip K. Dick

- Amie Kaufman

- Becky Chambers

- Nnedi Okorafor

- Ted Chiang

- Jeff Vandermeer

- Fabio Kabral

- Zé Wellington 

- Aline Valek 


O QUE MAIS FOI CITADO

- Filme: Westworld

- Série: Westworld (HBO)

- Livro: 2001 uma odisseia no espaço

- Filme: 2001 uma odisseia no espaço

- Podcast: o lado escuro da lua

- Livro: 2001 uma odisseia no espaço, stanley kubrick, arhtur c clarke e a criação de uma obra-prima - Michael Benson

- Podcast: Mulheres na ficção científica

- Podcast: Você passaria no teste de turing?

- Livro: Androides sonham com ovelhas elétricas? - Phillip K. Dick

- Filme: Blade Runner - caçador de androide

- Filme: Blade Runner 2049

- Robô Atlas - criado pela Boston Dynamics

- Livro: Eu robo - Isaac Asimov

- Livro: Neuromancer - William Gibson

- Livro: Justiça ancilar - Ann Leckie

- Livro: Encarcerados - John Scalzi

- Livro: Sonhos elétricos - Phillip K. Dick

- Livro: Logo logo - Kelly e Zach Weinersmith

- Livro: Decodificada - Rana el Kaliouby

Blade Runner 2049

APOIE MEU TRABALHO

Se você quiser/puder apoiar o que estou produzindo na internet será de grande ajuda e incentivo! Todos os apoiadores recebem conteúdo extra, tem acesso a um grupo incrível e pode participar de vários projetos junto comigo. Você pode apoiar esse blog/podcast/news/canal partir de R$5  :) 

VISITE TAMBÉM

segunda-feira, 10 de maio de 2021

Hoje tem episódio novo pra vocês! 

Estamos nesse maravilhoso mês da Ficção Científica, e claro que o episódio dessa semana não poderia ter outro tema, né? 

Se quiserem interagir com os temas do podcast, pode deixar comentário aqui, enviar email (ritazerbinatti@hotmail.com) ou mandar mensagem nas minhas redes sociais :) Espero que gostem. 

>> Escutar episódio no Spotify

>> Estudar episódio no Anchor


O QUE FOI CITADO NO EPISÓDIO

ERRATA: falei que o Ted Chiang só escreveu dois livros, mas ele escreveu mais do que isso :)

:: Link do grupo de Sci-fi

:: Link do projeto Minimalismo Digital

:: Momentum Saga, texto sobre Alien

:: Filme: Alien - o 8º passageiro

:: Livro: Alien - Alan Dean Foster

:: Livro: Alien: surgido das sombras

:: Livro: Alien: mar de angústia

:: Livro: Alien: rio de sofrimento

:: Filme: A chegada

:: Livro: a história da sua vida e outros contos

:: Livro: Contato - Carl sagan

:: Filme: Contato (1997)

:: Filme: Contatos Imediatos do Terceiro Grau

:: Série: Story of science ficction

:: Livro: Guerra dos mundos - H. G. Wells

Personagem: Ripley - dos filmes Alien

APOIE MEU TRABALHO

Se você quiser/puder apoiar o que estou produzindo na internet será de grande ajuda e incentivo! Todos os apoiadores recebem conteúdo extra, tem acesso a um grupo incrível e pode participar de vários projetos junto comigo. Você pode apoiar esse blog/podcast/news/canal partir de R$5  :) 

VISITE TAMBÉM



quinta-feira, 6 de maio de 2021


Oi, migos
Hoje tem episódio novo do podcast pra vocês. Falei sobre esse livro maravilhoso, vem ouvir!



O QUE FOI CITADO

Artistas citados

  • Edward Hooper
  • Andy Wharhol
  • David Wojnarowicz
Andy Wharhol


APOIE MEU TRABALHO

Se você quiser/puder apoiar o que estou produzindo na internet será de grande ajuda e incentivo! Todos os apoiadores recebem conteúdo extra, tem acesso a um grupo incrível e pode participar de vários projetos junto comigo. Você pode apoiar esse blog/podcast/news/canal partir de R$5  :) 

VISITE TAMBÉM

quinta-feira, 22 de abril de 2021

 


Infelizmente estamos mais um ano presos em casa, com o caos reinando lá fora e aqui dentro. Os sentimentos não são bons, não adianta fazer de conta que não existem, resolvi abraçá-los de uma vez por todas, como deixei claro na minha última newsletter.

Ontem estava lendo esse texto aqui do New York Times e fiquei bem pensativa, bateu aquela badzinha de leve. No texto o autor usa o termo "languishing", que dialoga bem demais com o momento que estou vivendo. A tradução seria algo como "definhamento". E é um pouco assustador, mas é assim que me sinto mesmo - talvez você também. Desde o ano passado estamos murchando e murchando, cada dia um pouquinho mais desanimados, um pouquinho mais cansados, com dores em tudo quanto é canto do corpo e da alma.

Obviamente que apoio psicológico e terapia agora é de extrema importância, mas percebi também que precisava de outra coisa: precisava passar um tempo longe das redes sociais, longe do celular. Os dias que consegui essa façanha foram dias um pouco mais leves e tranquilos, trouxe uma sensação boa, clareou um pouco a nuvem negra acima dos meus ombros, consegui ficar mais tempo focada. Foi muito bom.

Pensando nisso, trouxe 3 dicas incríveis de livros que fizeram grande diferença pra mim. Calma, não quero te fazer pensar em abandonar as redes sociais para todo o sempre, mas sim, se desprender um pouco, refletir e passar umas horas desconectado. Sei que tudo isso pode ser difícil (é muito difícil, na real), mas a verdade é que estamos todos precisando desse tempinho desconectado e mais tranquilo.

Além das dicas, venho deixar também um convite para você conhecer meu novo projeto: minimalismo digital em tempos de pandemia, já já falo mais sobre ele.


Celular como dar um tempo - Catherine Price

Meu projeto foi muito inspirado nesse livro da Catherine Price. Ele é divido em duas partes: na primeira a autora vai nos mostrar como funcionam as redes sociais e como somos um mero produto ali. Toda aquela coisa que a gente já sabe, mas que dá um leve desespero quando lemos dados e pesquisa sobre o assunto. Terminei essa primeira parte COM MEDO do que pode acontecer com a minha atenção e com o meu cérebro, caso continue nesse ritmo insano.

Já na segunda parte, a autora nos apresenta um plano de 30 dias para conseguirmos dar um tempo com o celular. É um plano muito bom, já fiz e achei INCRÍVEL, super funcionou. No entanto, ela não pensou nesse plano para um momento de pandemia, então tem alguns dias em que a proposta é não usar tela nenhuma e... nessa condição em que nos encontramos é extremamente difícil passar alguns dias sem tv, computador & celular. Não conseguiria fazer esse programa agora sem uma adaptação.

Ainda assim, é uma leitura que vale CADA MOMENTO, e esse plano de 30 dias que a autora propõem será muito útil quando tudo isso acabar.


Minimalismo digital - Cal Newport

Esse livro mudou bastante a minha relação com o meu celular, ele realmente me fez colocar a mão na consciência e perceber o tanto de coisa incrível que estava perdendo ao passar tantas horas olhando para uma tela que se encaixa perfeitamente na minha mão. Essa leitura me fez perceber o tanto que andei distraída com tudo, inclusive com os meus objetivos e com os meus desejos.

Esse também é um dos livros que me inspirou muito para criar meu projeto - e mesmo que a palavra minimalismo não nos agrade tanto, a proposta do autor me soa muito real e interessante. Não é sobre deixar as redes sociais para todo o sempre, viver com o mínimo de tecnologia ou sem tecnologia alguma: não é nada disso. A proposta é você continuar usando o que quiser, porém com consciência, com objetividade e com limites.

Admiro tanto quem consegue entrar no instagram e fazer o que tem que fazer e sair, quando eu entro 3 segundos depois já esqueci o que iria fazer ali pra começo de conversa. Esse é o nível!

Minimalismo digital é uma leitura incrível para quem está querendo mudar a forma de pensar sobre as redes sociais e sobre todas as telas que nos cercam.



Irresistível: por que você é viciado em tecnologia e como lidar com ela

Adam Alter nos apresenta uma pesquisa incrível sobre vício comportamental com esse livro. Esses leitura pode ser um pouco assustador, confesso - mas também é super importante e interessante pensar sobre esse assunto.

"Todos mês, quase cem horas eram perdidas verificando e-mails, trocando mensagem, jogando, navegando na internet, lendo matérias, vendo extrato bancário etc. Considerando o tempo de vida médio, isso contabiliza onze anos."

Essa é uma das partes mais assustadoras pra mim. Nunca havia pensado que fazer todas essas coisas que ele citou (e faço com frequência) poderia simbolizar 11 anos de uma vida. Isso não é nada bom, especialmente porque a maioria das coisas que vemos não são relevantes, a gente esquece de tudo com muita facilidade. Esse post provavelmente será esquecido assim que você sair daqui e ir rolar seu feed ou ver um vídeo.

Não tem como não pensar o que realmente estamos fazendo com nosso tempo, sabe? Não que seja ruim passar horas jogando, conversando etc, mas a gente só faz isso (ainda mais agora).

Então fica a recomendação de um livro que vai provocar sentimentos ruins aí dentro, vai te fazer questionar e entender muita coisa também.


Sobre o programa

Chegou a hora de falar de coisa boa: vou iniciar um projeto no dia 01/05 que terá duração de 4 semanas e tem como objetivo melhorarmos a nossa relação com as redes sociais e com celular.

Esse projeto foi pensado para nos ajudar a descansar a vista, relaxar a mente e recuperar um pouco da atenção nesses tempos tão difíceis.


Aqui vai um cronograma rápido do que vai rolar

Semana 1: no que quero prestar atenção?

Semana 2: recuperando a atenção

Semana 3: foco na criatividade

Semana 4: colocando limites


Para cada semana preparei exercícios que vão acontecer dentro de uma comunidade no Discord, onde iremos trocar figurinha e falar das nossas experiências. Fazer isso em grupo pode ser MUITO mais fácil do que sozinho e tenho certeza que, ao final desse projeto, você terá uma relação mais saudável com as redes sociais e com o seu celular.

E tem cupom de desconto de 10% pra você aproveitar: MINIMAL10

Clique aqui para garantir sua vaga!


APOIE MEU TRABALHO

Se você quiser/puder apoiar o que estou produzindo na internet será de grande ajuda e incentivo! Todos os apoiadores recebem conteúdo extra, tem acesso a um grupo incrível e pode participar de vários projetos junto comigo. Você pode apoiar esse blog/podcast/news/canal partir de R$5  :) 


VISITE TAMBÉM

Instagram

Rita Zerbinatti. Theme by STS.